Energia

Setor elétrico aprova abertura do mercado de energia

Para 40% de todos os agentes do segmento, cronograma de expansão do Ambiente de Comercialização Livre deveria ser acelerado

A Associação Brasileira dos Comercializadores de Energia (Abraceel) acaba de concluir levantamento com as 47 contribuições apresentadas à Consulta Pública 033/17 que versa sobre a mudança do marco legal do setor. As análises das propostas de 21 entidades de classe, de 22 grupos empresariais e de quatro instituições públicas são unânimes na defesa da abertura do mercado de energia e, de acordo com 40% delas, o cronograma de expansão do ambiente livre deveria ser acelerado.

“O estudo das propostas de agentes tão diferentes mostra como há um consenso de que o caminho do setor elétrico é a expansão da liberdade de escolha do consumidor”, afirma Reginaldo Medeiros, presidente da Abraceel. “Quase a metade dos proponentes pede ainda que a abertura seja mais rápida, a mesma posição de nossa entidade”, complementa Medeiros.

Das propostas, 55% delas são favoráveis à separação entre lastro e energia, 38% concordam com a divisão entre mercado atacadista e de varejo e 53% apostam na formação de preço por oferta, ao contrário do que é hoje, quando o Preço de Liquidação das Diferenças (PLD) e é estipulado por meio de um algoritmo computacional.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s